USP ensina Sociologia

populismo

Populismo

O conceito de populismo ao longo do tempo
Autor: Ricardo S. Lugó

dezembro / 2010

Neste texto, procuramos mostrar o surgimento do populismo ainda no século 19, como o fenômeno foi estruturado e trabalhado por cientistas políticos, sociólogos, historiadores, economistas e filósofos ao longo do tempo, a forte crítica conceitual que recebeu de historiadores a partir da segunda metade dos anos 80 e, por fim, a atualização do conceito feita nesta década por cientistas políticos, para dar conta da análise dos problemas contemporâneos. Estaríamos, então, diante do neopopulismo.

 Texto -  Atividades didáticas

______________________________________________________________________

Massa

A massa irracional de Le Bon versus a massa "psicanalítica" de Freud: a crítica de Theodor Adorno e Max Horkheimer
Autor: Ricardo S. Lugó

dezembro / 2010
 

O texto pretende discutir o conceito de massas a partir da crítica de Theodor Adorno e Max Horkheimer à conceitualização de Le Bon. O conceito de massas normalmente é acompanhado de um sentido negativo. Totalitarismo, manipulação, irracionalidade, perda da autonomia, tendências à barbárie e condutas reacionárias são algumas das ideias associadas ao conceito de massa. Adorno e Horkheimer apontam que muitas dessas correlações, como acontece em Le Bon, são flagrantemente ideológicas; são formas de desqualificar as mobilizações proletárias e os movimentos socialistas que ganhavam corpo na Europa no início do século 20. 

Texto

______________________________________________________________

Localização

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
R. Prof. Luciano Gualberto, 315
Prédio de Ciências Sociais e Filosofia -  2o. andar - sala  13
Cidade Universitária - São Paulo - SP
 
 

Website melhor visualizado nos navegadores Firefox 3
ou superior e Google Chrome
Desenvolvido por: Regina Cariello