USP ensina Sociologia

Industrialização

A Indústria na Primeira República e o Desenvolvimento do Capitalismo no Brasil
Autor: Ailton Teodoro

junho / 2012

Este ensaio parte da problemática que perpassa o debate teórico e político suscitado nas décadas de 1960 e 1970, na qual duas correntes interpretativas opostas buscam explicar os primeiros surtos de expansão industrial, verificados antes de 1930. Em síntese, a primeira delas sinalizava que os recorrentes processos de crise das exportações criaram um ambiente adequado para o crescimento da indústria. Por outro lado, a segunda corrente enfatizava que, ao contrário, foi a expansão das exportações que, de fato, garantira condições propícias para o desenvolvimento industrial. De maneira geral, os autores aqui discutidos argumentaram no sentido de atentar-se para a complexidade das relações entre a nascente indústria brasileira e a economia de exportação do café.

TextoAtividades didáticas    

______________________________________________________________

Localização

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
R. Prof. Luciano Gualberto, 315
Prédio de Ciências Sociais e Filosofia -  2o. andar - sala  13
Cidade Universitária - São Paulo - SP
 
 

Website melhor visualizado nos navegadores Firefox 3
ou superior e Google Chrome
Desenvolvido por: Regina Cariello