USP ensina Sociologia

Sociedade civil

Público e privado em Hannah Arendt: subjetivação, pensamento e a banalidade do mal
Autora: Marina Murphy Diniz

junho / 2013

O objetivo neste artigo é apresentar as categorias fundamentais pelas quais podemos pensar o agir humano no mundo moderno a partir da perspectiva da filósofa política Hannah Arendt (1906-1975). Neste trabalho serão apresentadas as categorias de público e privado na acepção de Hannah Arendt, assim como os conceitos de trabalho, obra e ação. Estas categorias serão pensadas a partir de sua origem na polis grega, e na relação que os gregos estabeleciam com o mundo. Também será colocada a questão da ascensão do social no mundo moderno que, a partir da inversão do espaço público e privado, subverte os conceitos já conhecidos,
gerando a crise no mundo moderno.

TextoAtividades didáticas
______________________________________________________________________

Localização

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
R. Prof. Luciano Gualberto, 315
Prédio de Ciências Sociais e Filosofia -  2o. andar - sala  13
Cidade Universitária - São Paulo - SP
 
 

Website melhor visualizado nos navegadores Firefox 3
ou superior e Google Chrome
Desenvolvido por: Regina Cariello