USP ensina Sociologia

Dominação Masculina

______________________________________________________________

Pierre Bourdieu e a dominação masculina
autora: Marcella Uceda Betti (lattes)

dezembro / 2011

O texto analisa a questão da dominação masculina, de acordo com a perspectiva de Pierre Bourdieu. Este autor aponta que a dominação do “masculino” sobre o “feminino” se dá porque a dominação masculina não carece de legitimação, pois ela é justificada por meio das diferenças biológicas percebidas entre os sexos e é incorporada pelos indivíduos na forma de esquemas de percepção, ação e preferência duráveis, ou seja, por meio do habitus. Como em toda dominação, os esquemas de pensamento dominantes influenciam também os dominados, que acabam por legitimar ainda mais a dominação: as próprias mulheres acabariam, segundo Bourdieu, por reproduzir as representações que as depreciam na ordem social. A intenção deste trabalho é a de problematizar essas questões por meio da obra de Bourdieu e da análise de comentaristas, sobretudo do movimento feminista, que questionam alguns pontos da teoria bourdiana a respeito da dominação masculina.

 

Texto - Atividades didáticas

______________________________________________________________

Localização

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
R. Prof. Luciano Gualberto, 315
Prédio de Ciências Sociais e Filosofia -  2o. andar - sala  13
Cidade Universitária - São Paulo - SP
 
 

Website melhor visualizado nos navegadores Firefox 3
ou superior e Google Chrome
Desenvolvido por: Regina Cariello